Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

AGENDANDO SONHOS





Não sei que destino dar às minhas agendas vencidas. Capas tão bonitas, penso em reaproveitá-las, mas falta tempo e habilidade.
Abro uma e outra, e o que vejo é que logo a partir do primeiro mês do ano, com relatos tipo diário, elas vão ficando em branco...
Admiro quem consegue chegar até dezembro preenchendo-as. É o caso de uma amiga minha, a Gasparina. Página por página, linha por linha, sua letra bonita  está em todas, marcando compromissos importantes.
Secretárias de autoridades, recepcionistas de escritórios e consultórios também as mantêm ocupadas, bem como a minha manicure e os cabeleireiros mais procurados. É uma vitória a gente poder encaixar-se num intervalo!
Cada ano eu tive a preocupação de adquirir uma nova para não esquecer datas importantes, reuniões, aniversários. Agora já não me atraem nas prateleiras de livrarias. Sei que passo sem elas. Minhas intenções, eu as guardo na cabeça e no coração.
Certo dia, numa reunião de senhoras da minha época, uma octogenária falava de seus planos para quando completar noventa anos. Quer comprar uma casa e sair do apartamento. Deseja um pátio, jardim, vizinhos visíveis com quem conversar sobre o muro. Outra sonha em fazer uma viagem além mar. Antes, sentia medo da travessia do oceano. Agora, tudo é lucro, aconteça o que acontecer com o avião. Minha colega de academia quer encontrar um parceiro de bom humor para acompanhá-la nos bailes de idosos e nas viagens a estações de água. Que tenha habilitação de motorista e seja bom nas estradas. Se regular de idade com ela, vai ser meio difícil essa última exigência. Mas pode ser que consiga!...
Fiquei pensando o que colocaria nas agendas dos próximos anos, além de programar muita festa de aniversários, casamentos, formaturas de meus filhos e netos. E visitas para fazer-lhes ou receber, bem realizados e felizes. E para mim?  Cuidar da saúde, com marcação de consultas e exames médicos e com data e momento especial  tratar de editar o livro tão sonhado. Já tenho material suficiente, muitas e muitas crônicas. E até contos em menor número. Falta organizá-los.  E buscar uma editora que o aceite, é claro. Minha agenda vai ficar cheia.
 Meus votos, neste início de ano, é que não falte a ninguém, especialmente familiares e amigos, muito assunto interessante para colocar na sua agenda. Que sobrem razões de agendarem datas de eventos felizes, que não fiquem só no papel. Mas se realizem plenamente para a felicidade de todos nós, neste mundo de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário