Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 22 de julho de 2016

A VIDA CONTINUA




Deixei de acompanhar novelas na televisão. Bastam-me as complicações da vida real. Sofro muito com elas; por que ainda vou sofrer com as desditas dos personagens fictícios?
Às vezes, confesso, dou uma “olhadinha” na tela para ver se as coisas melhoraram, mas me canso de ver as brigas, traições, esforços em vão dos que desejam o bem, e os contragolpes dos mal intencionados que terminam com seus sonhos. Em vez de distrair-me, fico angustiada, e preciso de boas notícias para acalmar-me. Dou graças quando elas vêm alegres e cheias de otimismo pelo whatsapp. Mas, no frio que anda fazendo, não é raro saber de familiares doentes, gripados, com bronquites e outros transtornos próprios do inverno.
Ainda bem que o segundo semestre está chegando. Uma nova página. Que seja mais conclusiva, e os segredos de Estado se revelem por inteiro. É nossa esperança. Do jeito que vai indo, como vamos explicar esse trecho de nossa História às novas gerações? Golpe ou impeachman? Pedaladas ou contas do governo aprovadas? Quem fala a verdade? A mídia nacional ou os jornais estrangeiros que desvendam o que se passa nos bastidores de nossa política – ou melhor dizendo, politicagem? E acusam nossos grandes jornais de mascarar a verdade. Quando saberemos? Talvez no Juízo Final.
Mas a vida não para e segue sua rotina. Breve os jardins de nossas casas vão alegrar-nos com suas flores que agora sofrem tanto com as geadas. Nos campos, haverá por certo um renascimento das pastagens, e cordeirinhos e terneirinhos alegrarão a paisagem com suas traquinagens. Como eles brincam!
Pêssegos terão melhor safra do que o ano passado. Assim as uvas, dizem os entendidos.
Plantações de soja, arroz e outras prometem boas colheitas. Dependendo, é claro, das oscilações climáticas até lá.
Os dias serão mais claros e mais longos, assim espero. Como estão curtos agora! Não dá para fazer metade do agendado. Sobra a noite, mas é hora do descanso.
As notícias serão mais alegres, se Deus quiser... Novos personagens reais animarão nossas esperanças. Que bom saber que temos um caçapavano, delegado federal brilhante – como revelou na última edição minha sobrinha Rosalília – fazendo parte dos trabalhos da Lava Jato, por sua competência e caráter. Thiago Machado Delabary honra as tradições de Caçapava e nos enche de orgulho.
Dá para ver que nossas famílias e escolas locais ainda são capazes de formar dignamente os jovens da terra, que seguidamente se destacam positivamente na vida do país.
E acreditar que nem tudo está perdido, e a vida, dum jeito ou de outro, continua.

Anna Zoé S. Cavalheiro




Nenhum comentário:

Postar um comentário